terça-feira, 10 de novembro de 2015

Foto: Google Imagens

Já pararam pra reparar que atualmente as pessoas só se conhecem via Tinder e derivados? A impressão que eu tenho é que todos os homens solteiros ligam seus celulares com GPS e plano de dados ativos num bar, abrem o Tinder e se dispõem a conhecer mulheres aleatórias enquanto pedem seus chopes gelados numa happy hour de sexta-feira.

Já repararam, também, na quantidade de mulheres que anda sozinha por aí porque os homens não têm mais papo diferente de "oi, de onde vc tc?". A quantidade gigante de mulher que está solteira por aí porque os homens simplesmente não conseguem mais manter uma conversa é gigante. 

Tiro pelo meu próprio grupo de amigas. Entre 25 e 60 anos, tenho amizade com mulheres de todas as idades. E as solteiras figuram por diversas dessas faixas etárias. Se um grupo desses, seja de que faixa etária for, sai num barzinho pra tomar um chopp (ou refrigerante, isso é a gosto do freguês), o assunto na mesa com certeza vai ser, em algum momento, a chateação que é você encontrar um cara bacana por aí que esteja solteiro, não tenha medo de se comprometer e, claro, que esteja dentro do padrão aceitável de "igualdade".

Mas como "igualar", se você faz o download de aplicativos como esse e depara com tipos: casado, com namorada, sem vida estável...? Não queremos a perfeição - longe de mim! - mas, né... O que custa o povo ser sincero nessas redes sociais também? Mentira afasta as mulheres mais sérias! Eu, por exemplo, desisti.

Já ri muito nestes aplicativos, já conheci vários homens, vários textos no atualmente extinto Mulheres à la carte foram escritos graças a tipos que conheci no Tinder! Enfim...

Só senti uma saudade gostosa do tempo em que era só pedir à mesa ao lado, com um gatinho em potencial, uma cadeira extra para colocar a sua bolsa, e começar um papo gostoso que gerava uma troca de telefones e, consequentemente, futuros encontros.

Dá saudade de um tempo em que dançávamos de rosto colado nas noitadas da vida, e que o cara, depois de ficar contigo, saía pra ir ao banheiro e voltava. Mas, mais que tudo, minha saudade maior era de quando os homens eram homens o suficiente para não precisarem se esconder atrás de redes sociais só porque suas namoradas não dão conta do recado e acham que vão encontrar a ~ puta ~ tão sonhada pela maioria dos homens no Tinder. Por coisas assim que vemos tantos casais em potencial sendo desfeitos com um "descombinar" clicado.

Minha revolta com esses aplicativos é uma só. Outro dia, antes de desistir disso de vez, um cara bem bonitinho "combinou" comigo num desses aplicativos e - pasmem! - disse oi em seguida. Estava tudo indo super bem, até chegarmos ao assunto crucial, aos dez minutos de conversa: "qual sua fantasia?".

WHAT? Fantasia sexual? O cara já nem precisa mais me dizer sua idade, porque isso está em seu cadastro; também não precisa me dizer aonde mora, porque o aplicativo é via GPS e, se é uma segunda à noite e o cara me diz que está em casa e o GPS acusa que ele está a menos de 250m de mim, é claro que ele mora perto... Mas, né, pra querer saber minha fantasia sexual... A little too much, né?

Querem saber minha fantasia? Meu afrodisíaco favorito? Homens que ainda perguntam coisas sobre a minha personalidade, ao invés de quererem vir como canibais em cima da carne. Tudo bem que eu sou gordinha, carnuda... Mas, né... Menos... Bem menos.

4 comentários:

  1. Nossa os homens (e algumas mulheres também) estão ficando cada vez piores!
    Dou graças a Deus que já encontrei meu amor da vida e pretendo ficar com ele até morrer! haha

    Beijinhos :)
    Bru Santos ❤
    www.queseame.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz é vc, menina, pq tá difícil (e muito). Conserve o seu! :)

      Bjs

      Excluir
  2. hahaha, esse texto poderia facilmente ter sido escrito por mim. Triste verdade, mas concordo do começo ao fim.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Betty. A situação tá crítica. =/

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por e-mail

Social

Categorias