segunda-feira, 20 de julho de 2015
[Alerta de textão] Só porque eu não sei falar socialmente de gente que eu amo! [/Alerta de textão]

Canta-se essa frase no samba há anos e anos, e muitas das vezes os amigos somem, os dias passam, e você está lá se sentindo sozinho. Se você canta essa música e se sente sozinho, acorde: aqueles ali não são os amigos que você imaginou. Porque a vida é assim... Passa, repassa e paga. E, no Passa e Repassa da vida real, cada pessoa que passa pela sua vida e vai embora é aquela prova do final e faltam 60 segundos pra te dar a vitória - se você fizer a prova em menos tempo que a outra equipe. E você paga com a mágoa que ficou no coração. Mas graças a Deus nem todo mundo passa por isso, e, assim como eu, a cada dia 20 de julho (e em todos os outros os dias, claro), você agradece a Deus por ter colocado aquelas criaturinhas na sua vida.

Eu tenho amigas de infância. Um grupo seleto e bem fechado. E a gente não precisa estar todo santo dia junto pra mostrar que somos amigas e que estamos e estaremos sempre ali umas para as outras. A gente sabe que a vida acontece, que estamos sempre na cabeça uma das outras, mesmo quando xingamos umas às outras no grupo do whatsapp (puro amor umas com as outras, e nós sabemos disso!), e que sempre que nós nos encontrarmos vai ser um festival de gargalhadas e de histórias de quando ficávamos na rua rindo, jogando queimado, começando a adolescência... 

Eu tenho amigos dos tempos de Ensino Médio. A gente raramente se vê, alguns mais ainda, mas está bem claro na minha cabeça que somos um grupo bem sólido e que, no que eu precisar, vou ter-los por perto pra sempre. E a gente vai sempre rir, lembrar dos tempos de escola, falar dos professores com uma saudade gostosa no coração. Porque a gente aprontava demais, mas naquela época a escola era com certeza o nosso lugar favorito no mundo. Bons tempos!

E aí tem as amigas que trabalham comigo, que estão sempre comigo. Aquele grupo tão seleto quanto o das minhas amigas de infância, mas com quem eu divido coisas da minha vida pessoal, e ainda recebo ajuda e ajudo também na vida profissional. E a recíproca é mais que verdadeira! É um grupo de moças super competentes, de idades variadas, mas com um leque de assuntos gigantes pra conversar (e que quem convive com a gente não faz a menor idéia de que somos assim, aposto!). Falamos de Política, Cinema, Literatura com a mesma facilidade que falamos do quão filhos da puta são os homens que deixaram mulheres como nós passar... E também como não sabemos viver sem a lembrança deles.

Tem a minha mãe. Essa, sim, me conhece até às avessas. Sabe quando eu tô triste, feliz, já me puxou quando eu estive próxima do fundo do poço por conta de decepções que tive na vida, me leva pro shopping pra comer o japa que ela aprendeu a comer comigo e conseguimos, juntas, ficar felizes com cada "progresso" nosso neste mundo culinário tão diferente... Um porto seguro de verdade, de um jeito que talvez nem mesmo ela saiba que é, por conta do meu jeito mais reservado, mas sim, é... Enfim. A pessoa que mais amo no mundo, e a quem eu sou mais grata nessa vida.

Tem o povo que conheci via internet, que, mesmo de longe, consegue perfeitamente me fazer sentir querida a cada vez que eu visito ou que recebo a visita, ou então que estamos nos papos nos Twitter, Facebook e Whatsapp da vida... E tem uma minoria seleta desse grupinho aí que hoje faz parte da minha vida offline, coisa que me deixa extremamente feliz. 

Ah, claro! Quase esqueci (mentira! hahah)! Tem as amigas das amigas que acabaram virando minhas amigas por tabela, e o carinho que eu sinto é gigante, mesmo conhecendo pouco algumas delas!

E, né, por último, mas não menos importantes tem aquelas três de quem eu não sei viver longe, aconteça o que acontecer. Aquelas três únicas pessoinhas que entendem que eu às vezes falo merda sem sentir, e que não era outra a intenção, a não ser a de ser sincera... Aquelas que já estiveram comigo em N momentos da vida, pra quem eu corro quando acontece qualquer coisa de muito bom ou de muito ruim na minha vida. Aquelas três que eu tenho certeza de que, se um dia a gente se afastar por algum motivo que seja, elas continuarão querendo o meu bem, assim como eu o delas. E, a essas três, antes que eu chore, eu digo apenas um eu amo vocês, e vocês são essenciais e talvez não consigam ter a noção da importância que têm na minha vida. todas as três! Porque são mesmo. Porque fazem parte de mim. Porque são responsáveis por eu pensar em filtrar as coisas antes de falar... Aquelas pra quem essa canção de título desse texto mais faz sentido no meu coração.

Amizade é amor, gente. E, não adianta, independente da prova que você tiver que passar, se você tem amigos por perto, os obstáculos serão fichinha perto do união, amor, carinho, cuidado e atenção. E coisas assim não têm preço que pague.... Talvez um choppinho ajude, mas não adianta: não sou ninguém sem vocês. Feliz dia dos amigos!


20 de julho - Dia dos amigos: Feliz dia dos amigos pra vocês e pros seus amigos! 

6 comentários:

  1. Paola Teixeira7/20/2015 3:29 PM

    <3 muito

    ResponderExcluir
  2. Sou daquelas que mesmo morando distante, faço questão de marcar presença sempre que posso. Você é uma amiga querida que eu adoro muito
    Boa semana.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  3. Dani,
    Na verdade a gente tem muitos colegas, amigos de verdade aqueles que seguram a barra quando o mundo te virou as costas são bem poucos e raros.
    Boa semana.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir

Fala que eu te escuto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por e-mail

Social

Categorias