sexta-feira, 20 de março de 2015

Foto: Google Imagens

Hello, Stranger! 

Tudo bom? Eu sou aquela morena a quem você cedeu o lugar essa manhã no ônibus rumo à Zona Sul carioca.  Lembrou? Aquela de blusa azul, jeans, scarpin, mochila de academia nas costas, óculos para ajudar na miopia e um exemplar de Cidades de Papel, do John Green, comprado na tarde anterior, à mão?  Pois é...  Tudo bom? Eu só queria te dizer que nesse trajeto de 25 minutos da Rodoviária à Praça Mauá eu visualizei todo um dia de sorrisos ao seu lado. 

Oi, Gringo, tudo bom mesmo? Ah, que bom saber! Esse seu Português meio lá meio cá falado com essa voz de 'tô acordado, mas não tô nesse mundo' me perguntando aonde fica o Rio Sul me deixou totalmente paralisada. Eu estava lendo, mas enquanto Q e Margo viviam uma aventura dentro do Sea World, eu me imaginava seguindo no ônibus junto contigo até o Rio Sul, te deixando lá, tomando um cappuccino no sofázinho do cantinho lá no Starbucks e conversando sobre a vida. Sei lá... Simpatizei contigo. 

E com o teu cheiro de homem subindo ao meu nariz, me deixando levemente inquieta. 

Hey, Stranger! Eu espero que o seu dia seja bem bom. Que esse idioma que você falou ao atender o celular essa manhã seja bem compreendido por outros cariocas, e que você consiga, e consiga logo, terminar todas as tarefas do seu dia. Quanto a mim, vou ali tomar meu chá, comer meu biscoito, assistir minha palestra, trabalhar, encontrar as amigas e, assim, encerrar mais uma semana. Semana, essa, que começou quieta, enfadonha, mas que está terminando com a lembrança do seu belo sorriso me encantando a manhã. 

Mas, me desculpa, não consegui entender o que você disse ao telefone com a pessoa que você ia encontrar porque estava absorta demais na ideia de te dar um beijo bem demorado enquanto Stevie Wonder já cantava "Don't you worry about a thing" na minha playlist do Spotify para ler o tal livro do John Green. O que posso eu fazer se sou escritora, blogueira e uma pessoa de uma imaginação incrivelmente fértil? Escrever. Mas por favor, caro gringo lindo, me perdoe por imaginar demais. É que eu só queria um afago nesta manhã de sexta-feira, e sua presença definitivamente me afagou.
 

Se um dia nos encontrarmos novamente, queria fazer um adendo: me apaixonei por você em 25 minutos. Cabelo desgrenhado, blusa branca, jeans, mochila de academia a tiracolo, óculos escuros e um sotaque simpático de quem está apenas visitando a minha Cidade Maravilhosa... Enfim. Como diria uma amiga minha: "não é seu aniversário, mas você está de parabéns". 

Obrigada pela atenção. Nos vemos por aí. 

0 pitacos:

Postar um comentário

Fala que eu te escuto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Por e-mail

Social

Categorias